YOGA PB SITIO GLORIA 2018.jpg
CONEXÃO COM O DIVINO 
ATRAVÉS DO CORPO

YOGA & PSIQUE

Estar no corpo e também em tudo mais que vive dentro.

 

Aceitar tudo que vive dentro. 

 

Não há nada errado com nossos sentimentos, emoções, pensamentos e sensações.  

Não é preciso desfocar dos incômodos internos e desviar a atenção para a respiração e sim estar presente com os incômodos e com a atenção na respiração ao mesmo tempo. 

Vamos pensar em inveja, medo, raiva, orgulho etc.

Se entendemos que são negativos e desejamos nos livrar deles, a prática de Yoga pode ser uma via de escape aparente, só aparente!

Se não forem reconhecidos, estes estados internos ficam flutuando numa terra de ninguém durante a prática e o perigo psíquico aí é pensar que tais emoções deveriam ser transformadas pela própria prática ao invés de reconhecidas e elaboradas. 

 

Estas emoções sombrias e tão humanas devem ser vistas.

 

Práticas austeras podem nos endurecer e encouraçar ainda mais.

 

É muito importante aprender a mergulhar nas emoções e nos sintomas que nos trazem e também saber criar a distância necessária para que possamos respirar melhor e criar um campo de clareza para a elaboração consciente de nossos desafios.

YOGA E MEDITACAO SITIO GLORIA 2019.jpg

Elementos do universo da Psicologia são acrescentados para uma vivência ainda mais alinhada com os princípios da auto-investigação e da auto-observação constante conforme sugeridos na prática de Iyengar Yoga. 

 

A prática abre espaço no corpo físico, no emocional e na mente para as transformações e a psicologia amplia a compreensão do que ocorre, facilita a aceitação e apoia as transformações,  de acordo com a nova consciência e o novo estado de ser.  

As práticas de Yoga & Psique acontecem nas aulas particulares. Para saber mais envie um email clicando aqui.

Em minhas aulas, sigo as técnicas e orientações que aprendi nas minhas 2 formações de Iyengar Yoga e também a percepção para captar quando uma postura pode abrir nos alunos uma elaboração mais verdadeira de suas dores, dissolvendo couraças e abrindo caminho para que as emoções sejam transformadas.

 

É assim que o Yoga dá as mãos para a Psicologia. 

IYENGAR YOGA

Método desenvolvido por B.K.S. Iyengar de Pune, Índia

 

Uma abordagem detalhista e sensível, onde você é convidado a investigar cada ásana (postura) com grande atenção e percepção corporal. A idéia é de que o corpo se organiza em linhas energéticas; praticar com foco no alinhamento das posturas permite a ativação da força vital e a conexão consciente do cérebro com regiões do corpo adormecidas.

 

Por meio de ações internas o praticante desenvolve uma inteligência refinada na pele, músculos, ossos e até mesmo em órgãos internos que normalmente não são percebidos.

 

As ações internas são sempre praticadas com ações complementares: enquanto uma ação direciona determinada parte do corpo para trás, simultaneamente uma ação oposta direcionará outra região para frente. Essas ações conjuntas constituem a base do equilíbrio e do alinhamento em casa ásana (postura).

 

Outra forte característica do método - que foi incorporada por vários outros estilos de Yoga - é a utilização dos Yoga Props (acessórios de Yoga), como blocos, cintos, almofadões, cadeiras, mantas, cordas na parede etc. Esses materiais oferecem inúmeras possibilidades de variações nas posturas, facilitando ou intensificando-as, de acordo com as condições de saúde e experiência de cada praticante.

A prática exige atenção, a mente deve ficar totalmente presente no que acontece com o corpo e com os estados emocionais e mentais durante a prática. A conexão corpo, emoções e mente fica mais clara; podemos perceber como cada um destes níveis influencia e é influenciado pelos outros. 

Algumas pessoas não gostam dessa parte do Yoga, julgando-a moralista e rígida.

Eu proponho relacionar-se com estes preceitos como uma forma de auto-estudo, observando o que pode realmente fazer sentido para você e que tipo de experiência eles lhe proporcionam. Escolha 1 entre estes 10 preceitos para levar a sério e observe o que pode acontecer. 

1- YAMAS: Yamas compõem a primeira parte dos preceitos éticos do Yoga e dizem respeito à conduta do indivíduo perante a sociedade.

 

AHIMSA: não violência
ASTEYA: não roubar
SATYA: não mentir
BRAHMACHARYA: não desvirtuar a sexualidade

APARIGRAHA: não se apegar

 

2- NYAMAS: Os Nyamas compõem a segunda parte dos preceitos éticos do Yoga e dizem respeito à conduta do indivíduo para consigo mesmo.

SAUCHAN: purificação; estende-se ao corpo físico, emoções, mente, ambientes, etc.

SANTOSHA: estado de alegria natural, contentamento

TAPAS: auto-superação, fogo, força de vontade

SWADHYAYA: estudo de si mesmo e das escrituras

ISHWARA PRANIDHANA: entrega e confiança em um poder superior

Segundo Iyengar, a prática física do Yoga cria a fundação para uma vida equilibrada.

 

Ao aprender as posturas (ásanas), você aprende mais do que apenas formas físicas. Você aprende a permanecer calmo e, ainda assim, alerta, não importando o quanto uma postura possa ser desafiante. Aprender a estar calmo e centrado fisicamente é um catalizador para manter o equilíbrio emocional e mental.

 

B.K.S. Iyengar sempre deu grande importância à saúde do corpo no caminho do desenvolvimento da consciência,  considerando as posturas físicas como o primeiro estágio e a preparação para todos os outros degraus na direção da Consciência Absoluta.

 

'Se a quantidade de toxinas no sistema nervoso obscurece a visão, a clareza é impossível. Se seu fígado está preguiçoso por causa das toxinas e não filtra bem o sangue, o cérebro será afetado'..

 

'À medida que a prática de Yoga limpa e relaxa o sistema nervoso, a clareza, o contentamento e a serenidade se instalam'.

 

 

'É por meio da agudeza de percepção e da velocidade de ação – cultivadas pela prática do ásana e do pranayama – que podemos nos aperfeiçoar'.

 

'Só podemos esperar realizar alguma coisa em nossa vida espiritual se primeiro prestarmos atenção ao corpo físico'.

 

BKS Iyengar – “Luz na Vida – São Paulo, Summus, 2007.

WhatsApp icone.png